Razão Social: Centro de Formação Espiritual Águas de Aruanda
CNPJ: 021.469.181/0001­70

End: Av. João José de Santana, 1216 - Robalo - CEP: 49005-050 
Aracaju - SE

  • Facebook Social Icon
  • Admin

Mensagem de Serapis Bey



“Esperta coruja que tudo sabe, tudo vê e apenas indica por meio de breves sons a energia já quebrada e levada para lares espirituais. Nada tem de porta-voz da morte, mas tão muito com a proeza da sabedoria milenar que já presenciastes muito e nunca falastes nada. Ah, como seria idealizador o comportamento dos seres encarnados desta forma: muita atitude para poucas palavras. Muito seria diferente do pouco ainda descoberto e sabido. O sustentáculo da paz neste planeta ainda é o fluxo energético das orações das diferentes crenças em seus diversos rituais que juntos formam uma leve camada envoltória de pudor ao magma sombrio que insiste em perfurar os campos energéticos e inebriar o pensamento da humanidade de lixos etéreos. Pobre solidão vivida com os muitos, pobre comunicação não ouvida, pobre paladar inesgotável sem sabor, pobre criatura ciente do viver por tão somente respirar. Nefastos cataclismos acontecem com frequências encurtados por rebeldias solicitadas dos habitantes da zona mais neutra para evolução: Terra. Nada melhor nem pior nessa morada, tudo pode ser compreendido com o silenciar da mente insana por saberes nem cientes do direcionamento que queres tomar, muito menos qual o cálice deves oferecer com o vazio ainda da mente em busca no inconsciente despertar. A chama que desperta agora em teu ventre não é a mesma que foi colocada em sua máquina ao ser enviado para essa morada primorosa e capaz de tantos aprendizados em uma única oportunidade. Nada nem ninguém sabe o quanto de precioso é estar no encarne junto com oportunidades também encarnadas. As naves galácticas até podem sobrevoar o seu habitat, mas jamais terão a liberdade de pousar em seu ombro para dizer palavras amigas se o seu coração está obscuro por preconceitos tão seus e de mais ninguém. Não culpe as estrelas por suas intempéries, não culpe a lua por seus pesadelos, não culpe o sol por querer te despertar diariamente, não culpe o vento por tentar te limpar de sequelas podres do pensar fajuto do agora, não culpe a natureza por sempre estar ao seu dispor e nada pedir em troca, apesar das nefastas aberrações em seu desfavor. Tudo é possível quando decide olhar para seu umbigo e enxergar o sol que brota do seu EU e nada pede para irradiar por todo o seu corpo. Tudo é tão belo como um simples jogo de letras e sintonia formando uma valorosa música que aos poucos vai sendo composta pelos erros e acertos do caminhar em busca do melhor viver. Não há necessidade de se embebedar em veículos jurados como portadores da graça da iluminação e da comunicação com o céu se o seu coração ainda está tão preso à terra árida e seca da ignorância. O silenciar chega, assim como a noite te proporciona oportunidades ímpares de se melhor acomodar consigo e nada lembrar do que ainda tens a aprender. Lembre que a criança não nasce sabendo caminhar, mas nem por isso deixa de passar por suas etapas iniciáticas para posterior etapa na vivência proposta. O dínavo está tão perto dos corações assim como a lua se aconselha com as estrelas, bem como o sol consola a natureza diariamente. A grandiosidade do seu EU está em saber o que queres fazer para se melhorar paulatinamente, porém em fluxo razoável de evolução. Não podes ficar preso a estudos inacabados, tens que saber exatamente os propósitos lançados em seu caminho com os respectivos objetivos coesos. Olhe mais para as estrelas, olhe mais para dentro de você... A vida não está fora dos corpos astrais, mas sim bem inebriada em sua essência que agora pensas estar em um ataque de loucura, mas louco é aquele que age sem saber o porquê de muitas coisas, seguindo apenas instintos. E o racional? Nem sabes mais por onde ficou esse parafuso que em muito solta e não consegues mais encontrar. Já para outros sempre está precisando de reparos e outros conseguem viver preservando a estrutura embrionária desse pequeno detalhe de grande valia. EU SOU a chama que arde em seu peito e te desperta, te desperta, te desperta para a luz diante dos seus olhos. EU SOU a paz que tanto busca com o conhecimento unidos em uma mesma sinergia para o bem. Te liberta, te liberta, te liberta das amarras do passado já vivido e hoje aprendido. EU SOU a água que sacia seus pensamentos por moléculas de despertar de conhecimento e perdão. Te desperta, te desperta, te desperta para o aprender com as palavras estritas pelos luzeiros e trabalhadores do campo etéreo superior, guardiões da disciplina e da harmonia. EU SOU, EU SOU, EU SOU, a mão que estende a oportunidade de caminhar com mais tranquilidade e sabedoria do infinito universal. Paciência, resignação, amor, amor, amor, verdade, verdade, verdade, disciplina, disciplina, disciplina. EU SOU o despertar e a iluminação para suas sombras tão suas que somente poucos podem penetrar verdadeiramente e te liberto, te liberto, te liberto da agonia sentida e já deixada para trás por sabedoria e paz. Amém. Amém. Amém.” Seraphis Bay.


36 visualizações