A chama do amor



Hoje estamos aqui para aumentarmos, em potência máxima, o AMOR. Não o amor banalizado, mas o amor verdadeiramente sentido por si. Cada um primando pelo seu próprio corpo, morada infinita da alma, até que chegue o dia para ser desprezado desse envoltório, para ter outras experiências, em outras dimensões, com outras consciências a serem despertadas.

Com a chama do amor, muitas pessoas conseguirão ser abraçadas pela verdade que começa a brotar de dentro, porque enquanto está olhando para fora, somente consegue sonhar. Quando se começa a olhar para dentro, consegue acordar, despertar. Infelizmente a humanidade prossegue seu caminhar olhando sempre para o externo, inebriado em sonhos fantasiosos em algumas vezes, mas ao olhar para dentro, consegue o grande despertar para o amor consigo para exercitar o sentimento mais primoroso, que é o de Gratidão.

Sejam gratos pelo dia de hoje e por tudo já trilhado na vida, quer seja banhado a lagrimas de sofrimento ou lagrimas de emoção. Tudo foi válido. Tudo está sendo válido. Exercitem o poder da gratidão e conseguirão descobrir o amor que brota de dentro do peito, em olhar o outro de forma diferenciada, mesmo que aparentemente o outro somente possua grandes armamentos para grandes combates. Mas, com seu amor, com o amor que brota dentro do seu peito, conseguirá desarmar não só um soldado, mas todo o exército que está contra sua pessoa, porque as vezes é tão somente fantasia do mental, que está guardado na caixinha da vítima e o outro sempre faz o personagem do algoz.

Muito cuidado porque o amor dessa forma está sendo invertido. O sentimento de amar está completamente distorcido. Então, prestem atenção no mergulho íntimo para chegar até a gratidão, para evitar trapaças, competições desnecessárias, porque o que for seu chegará para você. O que for verdadeiramente das suas intenções reais, chegará até você. Se não chega é porque suas intenções reais não estão sendo verdadeiras.

O problema está em ser verdadeiramente aquilo que acredita que seja você. Busque esse amor infinito pela sua criatura. Quem é você? Olhe-se no espelho e decodifique quem é você. O que está a fazer aqui? Não quero saber de acúmulos materiais. Esses são válvulas automáticas do viver nesse planeta. Quero saber o grande diferencial sem que nada de forma material possa pagar. Tirando a forma de pagamento existente nessa vibração terra, o que verdadeiramente possui dentro de você? Ódio, rancor, sentimento de vingança, grau de inferioridade, desespero, tristeza.

Vamos entregar esse coração flagelado, esse coração mal compreendido por si, porque os ritmos individuais precisam ser respeitados; cada um possui um ritmo a ser respeitado, uma forma de pensar dentro da individualidade oportuna.

Antes de qualquer procedimento é necessário que busquemos a auto cura. Tão somente após aplicar a auto cura podemos auxiliar o outro. A autocura é o mais profundo dos tentáculos que sai do amor, porque com a autocura você está a reverenciar o amor que sente tão forte por você mesmo e automaticamente o respeito para com o outro, pois não existe amor maior que esse.

Raízes vão sendo colocadas diante desse coração que já não está mais flagelado. Está banhado por luz. Chamem todos os seus guias, entidades, protetores, anjos da guarda. Não me importa o nome. Apenas a intenção. Boas intenções atraem verdadeiras energias de cura. Intenções deturpadas atraem abismos enganatórios do caos.

Portanto, vamos todos primar em ser verdadeiro com aquilo que propõe a fazer ou a receber. Somente dessa forma o amor consegue brotar como uma semente colocada até mesmo em solo árido, que muitos dizem que não existe esperança de brotar nenhum tipo de vida naquele solo. Mas somos persistentes, esperançosos, obstinados e sabemos que um solo árido, com um pouco de água, inebriada de amor, o solo se transforma no mais fértil possível e a semente colocada a ser nada, começa a brotar lentamente, mas com força até atingir a maturidade de ser uma árvore. Não se envaideçam com as árvores bonitas que cruzarem o caminho de vocês. Nem sempre árvores bonitas possuem frutos bons. Às vezes a árvore é muito bonita, possui uma ótima sombra, mas os frutos são envenenados.

Portanto, diante dessa realidade, digo a todos que busquem a essência, o que é essencial em sua vida. Nem sempre árvores bonitas, que cada um pode se transformar, é garantia de que seus frutos sejam bons. Busquem a essência, o mais íntimo ser que habita em você, quem é você de verdade, qual a sua obediência e reverência para com todos seus ancestrais, o que efetivamente está a buscar nessa vida. Somente divertimento material não pode ser a resposta, porque isso é uma grande perda de tempo, em ciclos intermináveis diante da vida da criatura. Não é possível que possua eternamente ciclos de criança que nunca atingem a maioridade. É necessário que todas as fases sejam cumpridas e respeitadas, mas que sejam passadas. Espero que todos saiam da fase pueril atingindo a maioridade e amadurecendo na nova idade cíclica energética existencial.

Assim seja.


6 visualizações

Razão Social: Centro de Formação Espiritual Águas de Aruanda
CNPJ: 021.469.181/0001­70

End: Av. João José de Santana, 1216 - Robalo - CEP: 49005-050 
Aracaju - SE

  • Facebook Social Icon