Amor incondicional



Diante de tudo que foi vivido, diante de tudo que foi vivenciado, diante de todas energias que foram diluídas, que foram entregues aqui nesse solo sagrado, apenas tenho a agradecer à força magnética aqui presente, sustentadora deste encontro nosso. Apenas tenho a agradecer a todos os seres de todas as direções que aqui vieram para ajudar aos trabalhos maravilhosamente executados, aos desbloqueios perfeitamente executados, ao despertar do mais profundo "eu" para trazer a lucidez, porque não existe nada pior do que a pessoa viver na ilusão, numa verdade irreal da vida esquecendo-se do verdadeiro caminho, dos verdadeiros propósitos a serem seguidos.

Exige-se muita coragem, exige-se muito respeito para aquilo que lhe é colocado à frente, para as batalhas espirituais que lhe são colocadas à frente. Exige muita bravura para dirimir as batalhas que a vida impõe. Bravura diante de todas as diretrizes canalizadas por cada um e seguidas, porque chega um momento que os problemas pessoais são pequenos diante do dever, diante da coletividade.

Reverenciar a coletividade e fazer o seu para o todo, porque, caríssimos, não se esqueçam, a carne adoece a carne não tão somente de alimentos, mas a carne, eu digo, a língua adoece a carne. Às vezes a falta de sensatez e leveza para consigo reproduz doença nos próprios corpos, físico, emocional e demais e reproduz doença para com todo aquele próximo, do próximo, do mais próximo e vai fazendo uma cadeia de doenças.

Não há mais tempo, caríssimos, de assumir personagens, é chegada a hora de cada um assumir o seu posto e executar os trabalhos exercitados durante toda esta batalha.

É necessário! Se faz necessário!

Deve ser feito! Será feito!

Criem raízes profundas, criem raízes profundas diante do divino aterramento, que é você ter o acesso ao divino e perfeitamente aterrado a tudo, porque todos estão nos avatares da carne, do osso, do sangue. Todos estão aqui presos a esses avatares, provisoriamente, para que a jornada do espectro de luz de cada um seja a melhor jornada escrita em seus registros. Façam com maestria, escrevam a melhor história que os seus registros poderiam ter no livro da sabedoria. Escrevam, escrevam suas melhores histórias.

Aos trabalhadores da luz, as exigências naturais da vida vão sendo colocadas, mas as escolhas são reverenciadas, mentais, comportamentais, entre outras. O corpo físico já não vai mais aguentando a carga profunda energética que é impregnada por comportamentos, hábitos, atitudes, alimentos, entre outros.

O corpo físico não vai mais aguentando porque exige uma leveza para sustentar o espectro que está em crescimento gradativo, o espectro luminoso está em crescimento. Por isso, caríssimos, avancem em níveis infinitos de consciências. Não se limitem a qualquer nível de consciência, desconstruam e reconstruam conceitos diariamente. Permitam-se errar diante da certeza do que deve ser feito. Permitam-se melhorar diante do caminho a ser seguido. Permitam-se o autoamor, porque todos ainda estão impregnados na carne e na carne todos esses contrapontos são mais do que naturais, mas não esqueçam que para vencer todos esses contrapontos existem os níveis de consciência.

Quando você se apercebe que existem níveis de consciência a serem alcançados, é um caminho sem volta, é um caminho sem volta, todas as banalidades da vida vão sendo enxergadas como banalidades, porque os propósitos robustos energéticos que se aproximam são grandiosos e exigem consciência: “ter ciência de si”.

Isto é consciência: “ter ciência de si”, estar consigo.

CONSCIÊNCIA: “ciente de si”.

Avancem para a ciência de si. Saibam quem cada um é. Criem as raízes necessárias, onde o seu coração pulsa diante da verdade. Diante da devoção, diante da intuição, diante do amor incondicional, porque somente pode levantar o estandarte do amor incondicional aquele que sabe amar indistintamente as pessoas, pessoas boas, pessoas não tão boas, mas não tão boas ao seu crivo de julgamento, pessoas enfermas, pessoas pouco enfermas. Levantem o estandarte do amor incondicional e saberão o que Pai Damião esteja a dizer.

Quando vocês conseguem levantar o estandarte do amor incondicional, não há limites, não há limites para nada, porque o impossível somente é recebido com gargalhadas, porque isso é uma ilusão. O impossível é uma ilusão, é uma fantasia para limitar as mentes das pessoas. O impossível não existe. O impossível é a preguiça colocada diante das mentes para não avançar adiante, porque precisa ser avançado.

O impossível não existe!

O impossível somente tem a materialização nas mentes que decidem tornar algo impossível, mas com o estandarte do amor incondicional.

Incondicional, que não coloca condições a nada.

Eu amo a todos vocês sem colocar condições, respeitando-os exatamente no estado de consciência que cada um se encontra.

O amor incondicional é amar a cada um indistintamente, independente do nível de consciência que cada um se encontra.

Ajude aquela pessoa que você acha que não está no nível de consciência oportuno. Coloque-se à disposição, ajude! Saia do pedestal de julgador, coloque-se na qualidade de servo e sirva quantos pratos sejam necessários para aquela pessoa comer, porque um dia você também já precisou daquele prato para comer e, que sorte benéfica que você teve gente para ajudar com o alimento que você precisava, que sua alma precisava.

Sirva o banquete indistintamente, de forma incondicional, sem impor condições a ninguém. Sirva e sua vida se transformará no mais profundo sucesso, no mais profundo prazer de sentir o calor do sangue do seu avatar, de sentir a egrégora luminosa que pulsa de dentro do seu avatar, querendo explodir para inebriar a todos. Este é o amor incondicional, este é o amor incondicional.

Ame indistintamente a todas as pessoas!

Indistintamente, porque quando os terremotos, maremotos, os fenômenos naturais começarem a sugar as pessoas para a crosta a sua ascensão será leve, porque você estava aqui com todos, mas o seu espectro já estava em conectividade com balizas de outras dimensões, de outras dimensões. Então a ascensão do espectro é muito mais tranquila e amorosa.

Não temam nada nesta vida, porque tudo que ocorre é provocado pelas inteligências conjuntas das pessoas diante dos níveis de consciência das pessoas. Não se sinta impotente para fazer o seu trabalho. Faça a sua parte, porque a sua parte com a parte dela, com a parte de todos, formam uma parte muito forte. Então, não peça que o outro inicie a fazer a parte para que depois você se encoraje. Faça a sua parte, faça o melhor de você, faça o melhor que tiver dentro de você, pensando em melhorar cada vez mais e cada vez mais, infinitamente vezes mais.

Façam o melhor, porque somente fazendo o melhor o despertar da consciência é chegado, porque o despertar da consciência é saber estar inebriado de todo este arcabouço aqui vivido, cada um dentro das suas casas, cada um dentro das suas realidades, mas saber que existe algo muito mais além que está sempre olhando para a escadaria e respeitar os degraus que ainda precisam, desapegando a cada subida, de coisas que precisam ser deixadas para trás.

Às vezes as publicidades das ações são completamente negativas, se fizer o bem, faça o bem de coração, sem publicidades, porque o bem que é feito com publicidade se torna mal em dobro. Se fizer o bem, faça o bem de forma silenciosa, sem ninguém dever a ninguém, somente você no prometido com você mesmo, fazendo o bem porque você quis e porque você escolheu estar em todas as situações que você escolheu.

Ninguém deve bem a ninguém. Somente você com você mesmo. Levantando esse estandarte vocês sentirão a paz interior, paz.

Paz interior, porque ninguém agora está mais devendo a ninguém. Ninguém mais está devendo a ninguém. É você com seu espectro, com seus superiores energéticos confiadores dos trabalhos a serem executados cada um dentro dos seus propósitos, cada um dentro do contexto inserido.

Ninguém está inserido em contextos familiares, de trabalho etc, de forma leviana. Todos estão devidamente colocados nos lugares e com as pessoas que devem conviver.

Agora, diante de sofrimentos, diante de angústias, diante de oscilações energéticas e sentimentais, busque o autoconhecimento.

Por que o outro está mexendo tanto com você?

Por que o outro está destrilhando você?

Por que o outro está tendo esse poder diante de você?

Porque você está fraco.

Porque você não é aquilo que você fala.

Porque você não é aquilo que você leu e que você sabe que deve fazer.

Porque você apontou o outro, mas está pior que o outro.

Por isso que o outro está te incomodando tanto, porque as sombras do outro serviram para mostrar a sua grande sombra. Prestem atenção como o outro provoca você.

Ali é o momento de você se revestir na mais profunda sabedoria para não ficar da mesma forma que o outro, porque muitos momentos são répteis, são répteis disfarçados para alimentar-se, se não do seu sangue, mas do plasma que vibra no seu sangue, para deixá-los aqui cada vez mais materializados, para deixá-los cada vez mais invadindo casas espirituais para afundar, porque os bombardeios não vêm para aqueles que distribuem lixo, os bombardeios vêm para aqueles que distribuem luz, esperança, oportunidade, ausência de culpa.

Os bombardeios vêm para aqueles que fazem a diferença. Cada um reflita se está fazendo a diferença na sua própria vida. Viver por viver é a mesma coisa de tornar-se morto.

Sigam em suas verdades, fomentando a mais profunda verdade íntima de vocês, nunca deixando de reconhecer intempéries comportamentais e firmar compromissos íntimos para avanços para hoje não permitir isso acontecer.

Hoje diante do meu autoconhecimento, de minha vigilância, pude identificar o hibridismo colocado disfarçado em seres aqui sorridentes e amorosos.

Quem disse que o mal não sorri? Quem disse que o mal não vibra tranquilidade?

Óbvio que eles são inteligentes, óbvio que ele usam dos mais sutis disfarces para aprisionar energeticamente todas estas pessoas que estão iludidas com a matéria, que estão iludidas com os fanatismos espirituais, que estão iludidas com os salvadores da pátria, com os salvadores espirituais, curandeiros maiores da humanidade. Porque essas pessoas que fomentam isso em vocês são répteis das mais profundas crostas. Se arrancar as máscaras, são dragões que permitem destruir vocês em milésimos de segundo, em destruir a sua matéria e desmaterializar você imediatamente.

Por isso que eu digo, caríssimos, é chegada a hora da verdade, daqueles que têm coragem de seguir diante dessas batalhas e colocar as suas armaduras, pegar as a suas espadas, seus escudos e seguir aguçando cada vez mais a sua autovigilância, a sua percepção por meio do conhecimento cada vez mais contínuo, tirando conceitos antigos das prateleiras e colocando novos conceitos a serem amadurecidos.

Porque o mal não é mais disfarçados em parentes desencarnados, dito obsessores, coitadas destas pessoas, queriam apenas luz. O mal é algo muito mais profundo que o reproduzido pelos níveis de consciência da humanidade. Este planeta sustenta o mal pelos níveis de consciência obtidos.

Então, para os que conseguem despertar a consciência diante desta verdade, por mais que não seja recebida como tal diante da verdade.

Atenção, caríssimos, atenção!

Não existe mais tempo para personagens, não existe mais tempo para falta de amor, respeito, amor.

Se você ama os seres que estão ao seu lado, você respeita e você entrega parte do seu amor para aquela pessoa, porque na ausência de amor, você entrega mais amor. Porque, caríssimos, o bem prevalece sempre, mas a depender dos aliados.

Não deixemos esse planeta sucumbir por ausência do bem verdadeiro de cada um. Criem as suas bases, criem as suas bases materiais, mas empreendam a maior parte de vocês diante da coletividade e do bem.

Escolham poucas horas do dia para receber “papel”, porque todos precisam receber “papel” para se sustentar. Mas observem se diante da vida de vocês, vocês estão recebendo mais “papel” ou estão se colocando a serviço da coletividade.

“Papel” é passageiro.

O serviço magnético que é colocado diante das coletividades é fixo, profundo e eterno.

Pai Damião,

Mensagem de Encerramento dos trabalhos, 18 de junho de 2016.


0 visualização

Razão Social: Centro de Formação Espiritual Águas de Aruanda
CNPJ: 021.469.181/0001­70

End: Av. João José de Santana, 1216 - Robalo - CEP: 49005-050 
Aracaju - SE

  • Facebook Social Icon