O poder do silêncio



Hoje eu vou falar um pouco do poder do silêncio. Mas não é somente o silêncio de fechar a boca, enquanto a mente continua ocupada com muitos pensamentos. O poder do silêncio é o poder de silenciar não só a boca, não só a mente, não só o coração, mas todo o fluxo que prima em colocar todos vocês em condições de enfermidades infinitas e eternas.

Com o poder do silêncio, vocês podem se observar mais e perceber como vocês estão, como o corpo de vocês funcionam, o que o corpo de vocês efetivamente precisa, sentir o que é dor da alma, o que é dor do espírito, e aos poucos você vai aprender a importância do poder do silêncio.

Agradecemos a presença de todos os guardiões das diversas dimensões que aqui estiveram para assistir o nosso comando, nosso atendimento, de mais um dia de hospital espiritual, de mais um dia em que vocês entram em uma humilde choupana em busca de alívio de algumas dores e saem convictos de que no silêncio da mente de vocês reside o antídoto individual para cada pessoa.

Isso funciona com a história das religiões, porque jamais, nunca ninguém criou nenhum tipo de religião. Essa questão de religião foi algo criado em detrimento dos vazios que as pessoas começaram a ter dentro de si e diante da falta de conexão com o poder divino íntimo e da conexão com o poder supremo universal. Então, foi convencionado diante do Conselho do Grande Comando que iria se colocar um elo entre o ser que estivesse encarnado com o seu habitat de origem e foi aí que nasceu a religião - O poder de religar o ser humano à fagulha de Deus que está dentro de cada um, não uma fagulha de Deus que está fora.

Na realidade, todos vocês representam religiões. Dezenas de religamentos com poder divino supremo. Na realidade o que cada um manifesta é o que cada um tem dentro de si e que precisa religar-se para encontrar Deus, que nunca deixou de morar dentro de si. Mas o cinismo, a hipocrisia das pessoas em se dizerem religiosas, detentoras de uma fé fajuta, cada vez mais aumenta, porque é muito fácil você se travestir de roupas brancas, se dizer de uma religião que prega o bem, prega o amor, que empreende curas, sendo que você é um grande mentiroso, uma grande mentirosa, disfarçada em uma roupa branca, por exemplo.

No poder do silêncio todos vocês encontrarão as respostas que estou aqui hoje a fomentar o que efetivamente cada um quer de si. Está disposto efetivamente a cumprir aquilo que fez o juramento anteriormente a carne, de estar no planeta terra para desempenhar tarefas com honraria, com resignação, com a sua abundancia, com seu poder do silêncio para poder se conectar com o outro?

A mente barulhenta não consegue empreender uma fé porque sempre está a julgar e a querer apontar o dedo para quem é melhor ou pior de cada um. A mente barulhenta somente tem tempo de dizer quem está doente e não tem tempo de enxergar as suas próprias feridas diante da sua lepra espiritual. A mente barulhenta não consegue perdoar a falha do outro, porque se diz uma mente impecável de comportamento exemplar, mas o espelho está corrompido e a imagem não é mais refletida a mesma de outrora.

Com isso vos digo que o poder do silêncio faz que cada um se enxergue de maneira efetivamente que é. Coloque-se diante do espelho e olhe nos seus olhos e enxerguem quem verdadeiramente vocês são e efetivamente o que estão fazendo das suas vidas, aqui na carne, nessa grande oportunidade. Relembre até quantas vezes você já teve o grande convite de morte e mesmo assim a vida, aqui no planeta terra, decidiu te dar mais uma oportunidade.

Diante do poder do agradecimento e da não reclamação, muitas coisas e obras podem ser empreendidas, porque aquele que perde tempo em reclamar deixa de lançar sua mente para soluções. Então, quando vocês se pegarem reclamando, freiem imediatamente e busquem a solução, porque vos digo e garanto que no planeta terra não existe mal que não haja solução. Não existe caminho ermo que não possa ser reprogramado para o caminho da retidão. Não existe sofrimento que não tenha um ponto final. Não existe inquietude que não seja acalmada, abrandada, pela força do bem, pela força do amor.

Não existe nada melhor do que o poder do silêncio que é a criatura que vive não mais prestando atenção no externo corrompido, mas dentro do poder do silêncio, da satisfação, começa a prestar atenção na grande lua, nas estrelas, no sol, agradece a chuva, agradece o ar que está respirando, sente o ar que está respirando. Quantos de vocês já agradeceram a oportunidade de respirar hoje? Parece que é um robô fazendo algo de forma automática, mas muitos gostariam de respirar como vocês. Muitos gostariam de estar aqui hoje sentados, ouvindo essas simples palavras. Essas palavras óbvias, mas que gostariam de ter essa grande oportunidade de um recomeço.

Com isso eu quero dizer que com o poder do silêncio vocês são capazes de olhar para quem está do seu lado, podendo compreender que ele não está podendo dar aquilo que você quer, porque ele ainda não tem. É um grande momento para rever se está a exigir algo que está inquieto, fragilizado dentro de você, a ponto de estar procurando no externo muitas coisas que estão faltando no seu interior.

Acordem para a vida! Acordem para o que efetivamente é necessário ser feito, ser vivido! A vida no planeta terra é muito simples. Não precisa de tantos nós para sobrevivência. Basta apenas vocês prestarem atenção no limite do seu corpo, no limite da sua mente do que você está programado para fazer, tão somente.

No poder do silêncio suas orações são muito mais limpas, são muito mais audíveis, são muito mais oportunizadas diante do poder supremo. Diante do poder do silêncio, a grande sabedoria cósmica pode acessar o seu âmago, o seu íntimo, e ajudá-lo, ajudá-la a aliviar angústias que fazem parte de uma carne que está em desequilíbrio, mas em busca de respostas, de iluminações, para reprogramações e não mais receber um antídoto hoje e daqui a pouco retirar com as mesmas mãos que recebeu.

No poder do silêncio a consciência é acessada e jamais retorna para um estado de inquietude. No poder do silêncio há concentração nas coisas que são faladas, mesmo que muitas vezes genéricas e óbvias, mas no poder do silêncio a criatura sempre está a buscar o alimento, nem que seja em uma só palavra, porque a alma anseia em mais uma chance para poder que o corpo definitivamente entre em equilíbrio. Juntos, corpo e alma, possam a cumprir as suas tarefas aqui no planeta terra até o último dia do calendário cronológico programado, e depois retornar com satisfação de grandes aprendizados com adiantamento dos grandes estudos.

Existem grandes escolas espirituais que todos vocês frequentam enquanto estão no sono, quando estão no descanso da matéria. Uma das escolas importantes que existem, nessa grande dimensão, é uma escola que fica entre Júpiter e Saturno. Chama-se escola de Xanandu, na qual eu faço parte e tantos outros de vocês também frequentam, para que juntos possamos elevar as mentes não só dessa galáxia mas de tantas outras, lembrando que é muito mais além do que os olhos do corpo podem enxergar, do que os olhos da alma anseiam, por enxergar muito mais e o corpo limita em enxergar o que parece que é óbvio.

No poder do silêncio vocês fechem seus olhos do corpo físico e abrem definitivamente os olhos do corpo da alma para transcender e chegar onde o fluxo magnético impulsiona você. Entrem em suas frequências originárias e entenderão tudo que eu estou dizendo, diante da desaceleração da mente, do alto poder de concentração, diante do poder do silêncio.

Saudações. Assim seja. Graças a Deus

Pai Damião,

Águas de Aruanda, Aracaju, 20 de fevereiro de 2017.


59 visualizações

Razão Social: Centro de Formação Espiritual Águas de Aruanda
CNPJ: 021.469.181/0001­70

End: Av. João José de Santana, 1216 - Robalo - CEP: 49005-050 
Aracaju - SE

  • Facebook Social Icon