Razão Social: Centro de Formação Espiritual Águas de Aruanda
CNPJ: 021.469.181/0001­70

End: Av. João José de Santana, 1216 - Robalo - CEP: 49005-050 
Aracaju - SE

  • Facebook Social Icon
  • Admin

Alegre-se!



Alegre-se, porque muitos confiam em você.

Alegre-se porque muitos depositam confiança em suas palavras.

Alegre-se porque o seu corpo hoje pede auxilio, para te lembrar que estás em uma experiência na carne.

Alegre-se de tudo já vivido, neste momento, dos vários adeus, até breve, até logo, que você um dia já deu na sua vida, a indistintas pessoas.

Alegre-se em olhar para o seu corpo e enxergar cicatrizes. Todas elas fazem parte da sua história. Todas elas representam quem você é.

Alegre-se, porque a vida não é do jeito que você quer, mas simplesmente do jeito que deve ser.

Alegre-se por todas as reverências que você tem ao poderio divino.

Alegre-se com todas as revoltas que você um dia já teve ao poder de Deus.

Alegre-se por algum dia você ter seus pensamentos com a sabedoria maior do que realmente você tinha.

Por isso, orientamos a reverência.

Certa feita Jesus reuniu seus discípulos, em um dos últimos momentos que pôde compartilhar e de forma muita sábia ele perguntou ao discípulo que dizia que mais o amava.

- “Pedro, tu me amas?” - “Sim mestre, eu te amo”.

- “Pedro, tu me amas?” – “Mais do que todas as coisas”.

- “Pedro, tu me amas?” – “Mestre, eu te amo”.

- “Pedro, tu irás negar o meu nome por 3 vezes, antes do galo cantar. Pedro, dai-me um abraço. Eu te acolho em meu reino, indistintamente, porque tu estás na prisão da carne. Eu te amo, incondicionalmente”.

Depois dessa passagem caríssimos, todos vocês são colocados a uma reflexão de quantas vezes vocês já negaram a vocês mesmos, mesmo dizendo que se amavam. Quantas vezes vocês já negaram a pessoa que amava? Um parente, um amigo, um filho, um irmão, pai. Quantas vezes de rebeldia para com o companheiro, companheira. Quantas vezes da boca para fora, você expressou a palavra “amo”. A expressão “eu te amo”.

Tomem cuidado com o que invocam em suas vidas. “Eu te amo” é algo muito profundo e tenho certeza de que para os muitos que já falou esta expressão não ama verdadeiramente. Não possui nem o auto amor, quiçá amar o outro.

Lembrem-se. Os “Pedros” existem a todo instante dentro de vocês. O Jesus existe a todo instante na vida de vocês. Amai uns aos outros verdadeiramente, assim como se ama. Se não consegue amar a si, não consegue experimentar do amor do outro, pois muitas vezes negligenciam seu corpo com vícios alimentares, com vícios de todas as ordens, o vício que atrapalha seu caminhar. E você já sabe, que você mesmo já identificou que todas as vezes que faz uso daquele vicio, pequeno ou grande, algo em você fica diferente. Prestem atenção nos “Pedros” e nos vários “Jesus” que te acompanham.

Ame-se para poder amar o outro.

Assim seja.

Pai Damião, Águas de Aruanda, 3 de abril de 2017.


8 visualizações