Quebra de correntes cármicas



Nibirius era um formato energético de milhões de anos atrás, em que os seus povos fizeram de um total poder desse projeto terra e então procuraram povos tribais, povos primários do planeta terra, para usurparem os seus espíritos e poderem chegar à densidade terra, para cumprir todo um império de ostentação que era ter o planeta terra sob o seu comando, de ser mais um planeta do seu império.

Mas chegando aqui no planeta terra, os nibirius não conseguiram usurpar os corpos dos tribais, pois algo estava faltando para que se completasse a magia e então, um mago sombrio decretou uma ordem de que os animais tinham que ser sacrificados e que o sangue deles nutririam a usurpação dos corpos para que os nibirius obtivessem êxito e que fosse instalado em África, escolhido os povos da África, primeiramente, para que as usurpações iniciassem e que os sacrifícios dos animais se iniciassem para que as magias começassem a dar certo. E desde então vários animais são sacrificados em trocas, em rituais de magias, para tais usurpações.

E é nesse contexto que se precisa de índigos que ascensionaram a forma cristal para poder se infiltrar nessa grande magia e transmutar, porque a milhões de anos vem sendo repetidos, guiados por escuridão. Por isso que índigos ascensionados para cristais são infiltrados em rituais de sacrifício, para que ascensione a vibração daquela forma grotesca trazida a milhões de anos.

Por isso que vocês estão aqui nesse projeto que tem como proposta apresentar ao planeta que o amor integral rompe quaisquer barreiras. Que o animal que está aí fora é igual a você. Que a árvore que está aí fora, é igual a você. Que não existe separação entre você e os fenômenos naturais. A chuva nos acompanhou hoje, nos abençoando, molhando as vestes de quem precisava molhar, respaldando que não existe nenhuma diferença de um corpo suado e de um corpo bafejado pela chuva. Água, brotada do seu corpo ou brotada do corpo maior que tem você como célula.

Dá pra entender porque os sacrifícios e o por que os índigos ascensionados a cristais terem que suportar ritualísticas grotescas para poder ascensionar? Olhem pra suas mãos de maneira honrosa porque todos os sangues de todas as mãos, da ancestralidade que vocês fazem parte, podem ser hoje quebradas, todas essas maldições e pactos firmados no derramamento de sangue e sacrifícios humanos e de animais, podem ser hoje quebrados, mediante a ascensão das suas consciências, para serem canais definitivamente perfeitos para servirem como porta voz do que precisa ser empreendido.

Recomendo a vocês a força do desapego, porque com o desapego, se consegue se respeitar, consegue deixar que o outro seja quem o outro quer ser. Mas para chegar a tal patamar, você precisa saber quem você é de verdade. Qual o papel você está a desempenhar neste planeta. Você tem dois caminhos. Continuar associado aos nibirius ou retomar à sua fonte de origem anterior à invasão dos nibirius. Sem falarmos em pureza, nem perfeição. Se prossegue nos pactos e atentando tais ancestrais de nibirius, por pensamentos e comportamentos egóicos, forjando um estreitamento com a consciência do coletivo, quando na realidade está apenas pensando no que é melhor para você, não suportando a intranquilidade do outro e não reconhecendo que o intranquilo é você.

Alimente de verdade a fonte que você segue e saberá andar no meio das multidões, porque o propósito está acima de qualquer diferença de qualquer ser humano, porque você sabe quem você é, e para o que está determinado nesta faixa. Os seres que correm à margem de si, jamais entenderão estas palavras ditas na noite de hoje. As pessoas que estão estreitadas ainda com seus ancestrais de nibirius, interpretarão os sacrifícios como algo natural ou cultural, quando na realidade já foi rompida esta cultura criada pelos próprios ancestrais dos nibirius para fomentar uma naturalidade. O fluxo terreno transformou-se.

Não se alistem a apontamentos. Se alistem às verdades criadas dentro de vocês, criando os alicerces suficientes para respaldar aquilo que você sustentar oralmente. Depende dos nibirius, então segue a eles. Depende a sua atual concepção energética, como porta voz da luminosidade onde quer que seja enviado, então se encaixe a luz.

Nem sempre as bruxas foram bruxas. Aqueles que colocaram fogo em muitas fogueiras, vêm hoje como marionetes mais uma vez das forças sombrias para impedir que aqueles seres luminosos, interpretados como bruxas, sigam em seus propósitos, que jamais renunciaram à magia da escola que foram iniciados, das dimensões superiores na luz.

Mestres variados, descem para os úteros, novamente dos humanos, para num colapso da elevação da consciência do planeta Terra, preparando-se, numa idade perfeita, para sustentação, assim como pirâmides e tantas outras antenas sistemáticas magnéticas que existem no planeta. Tais Mestres servem como antenas para sintonização, para o ancoramento definitivo da energia transmutadora, porque a mentira não tem e nunca terá vez.

Assim seja!

Pai Damião,

Águas de Aruanda, 8 de abril de 2017.


137 visualizações

Razão Social: Centro de Formação Espiritual Águas de Aruanda
CNPJ: 021.469.181/0001­70

End: Av. João José de Santana, 1216 - Robalo - CEP: 49005-050 
Aracaju - SE

  • Facebook Social Icon