Ouça o silêncio!



Como é bom sentir a força da paz manifestada pelo silêncio interior, mesmo que a mente permaneça na inquietude indisciplinada do Ser para alcançar o equilíbrio dos pensamentos, para poder ouvir e sentir melhor a espiritualidade. Basta apenas prestar atenção em sua respiração, de forma muito consciente. Basta apenas prestar atenção no silêncio.

Ouça o silêncio. Aquele que consegue ouvir o silêncio consegue acessar níveis vibratórios existenciais aqui no planeta Terra, de uma maneira majestosa.

Ouça o silêncio, antes de falar tudo aquilo que você estava acostumado a ter reações tão repetitivas.

Ouça o silêncio, afinal você já não é mais o mesmo nem a mesma de antes. Antes de projetar qualquer tipo de comportamento, ato ou gesto, ouça o silêncio.

Porque ainda insiste em permanecer de maneira automática, como se nada tivesse acertado, se nada tivesse apresentado e apenas uma ignorância anestésica, consegue ser sentido pela sua mente repetitiva de atos, comportamento, palavras, iguais a quando você nunca tinha sentido as mesmas qualidades?

Um Ser que ouve o silêncio consegue entender perfeitamente todas as notas musicais tocadas no próprio silêncio. Todos os recados e manifestações de ordem equilibratória chegam ao som do silêncio.

Somente o som do silêncio consegue manifestar verdadeiramente a bússola que direcionará para onde deve seguir. Sem julgamentos para aqueles que vão para a direita, para a esquerda, para frente, para trás ou se permanecem estáticos, porque na realidade a bússola que está em sua mão é para guiar você, e não os outros, afinal, cada um tem a sua bússola. Alguns irão para a frente, outros para a direita, alguns ficarão no centro, outros seguirão para a esquerda e alguns outros seguirão para trás, não de atraso, mas de maneira sul, norte, leste, oeste.

Manifestados os direcionamentos, o som do silêncio é segurar a bússola da vida e saber que nem sempre aquele do seu coração, aquela do seu coração, seguirá contigo para o norte, devendo respeitar o leste. Ambos conectados, mas cada um em seu direcionamento, com a bússola, mas somente pode enxergar essa bússola aquele que ouve o silêncio.

Ouça o silêncio e saberá qual o caminho a seguir. Ouça o som do silêncio e jamais se arrependerá de nada, porque tudo que empreender foi você quem fez. A sua bússola em direcionar não vai sendo o mesmo nem a mesma, pois caso contrário você não tem nenhuma bússola e você não ouviu o som do silêncio por rebeldia, indisciplina, inquietude da sua própria mente, que às vezes se manifesta de forma preguiçosa para dar o próximo passo benéfico para si.

Às vezes é incompreensível porque a humanidade é tão rebelde consigo mesmo, porque se alguém falta com a verdade, primeiramente falta com a verdade para si. Se alguém engana, a primeira pessoa a ser enganada foi ela mesma. Se a pessoa desrespeita algo, a primeira pessoa que foi desrespeitada foi ela mesma. Se a pessoa prefere continuar nas mesmices de outrora, é a si mesma que se prejudica. Então a humanidade às vezes parece incompreensível por não querer se ajudar, em uma grande força contrária de si contra si mesmo.

Existe algo sutil e benéfico que a humanidade prefere. Não a sutileza, mas a dor. Tenho certeza que também na dor se pode nascer uma flor. Olhe quantas flores já nasceram nas pedras. Muitas plantas às vezes nascem nas pedras, mas vejam quantas plantas nascem nas margens dos rios, sem tanta dor, diante de uma sutileza da apresentação do florescimento. Alguns preferem as pedras para nascerem, outros preferem as margens dos rios para nascer. Ouça o silêncio e saberá se está nas pedras ou no rio, podendo sempre transportar as suas sementes para todos os locais que você desejar, basta querer e acreditar.

Peça a Deus todas as manifestações em sua vida, mas é necessário que você acredite no que você pede. A humanidade segue sempre pedindo, mas poucos acreditam naquilo que pedem. Peçam e acreditem naquilo que vocês pedirem, do fundo do coração de cada um. Mas para isso, ouçam o silêncio.

Assim seja!

Pai Damião, Águas de Aruanda, 7 de agosto de 2017.


37 visualizações

Razão Social: Centro de Formação Espiritual Águas de Aruanda
CNPJ: 021.469.181/0001­70

End: Av. João José de Santana, 1216 - Robalo - CEP: 49005-050 
Aracaju - SE

  • Facebook Social Icon