Razão Social: Centro de Formação Espiritual Águas de Aruanda
CNPJ: 021.469.181/0001­70

End: Av. João José de Santana, 1216 - Robalo - CEP: 49005-050 
Aracaju - SE

  • Facebook Social Icon
  • Admin

Observem nos olhos



Hoje vamos falar do equilíbrio do que cada um recebe e o que cada um pode doar.

Na estrada da vida este equilíbrio do que se recebe e do que pode ser doado é fielmente cobrado para todos os seres humanos, principalmente para aquelas pessoas que têm um coração tão grande, tão desenvolvido para doar tanto, que às vezes esquece o direito de receber. E aí se inicia um grande desequilíbrio corpóreo, energético, espiritual, na vida da pessoa.

Desconfiem de pessoas que somente doam e que estão tão desapegadas, a ponto de doar tudo. Vamos com calma. Desconfiem até mesmo daquelas pessoas que dizem, diante do desapego total da vida e de tudo, e de todos, que existe aqui no planeta terra, porque esta pessoa está diante de um apego muito maior, do que se imagina: do apego em desapegar.

Observar como o corpo funciona é perfeitamente sustentável e necessário. É importante que os seres humanos parem um pouco e observem como o corpo funciona, o corpo emocional.

O que te desestrutura emocionalmente? O que te traz paz? O que te traz equilíbrio? O que te deixa feliz? Repita tudo aquilo que te deixa feliz mais vezes. Não se esquive da felicidade. Não se esconda da felicidade.

Observe também tudo aquilo que não te traz felicidade. Verifique como seu corpo está reagindo diante de angústias, o que te traz tanta angústia. Observe como seu corpo funciona em momentos de raiva, de fúria, de inveja, de má compreensão, de egoísmos. Verifique como seu corpo reage. A estrutura da linguagem do corpo é necessária à compreensão. Observe!

A espiritualidade está a amparar a todos, infinitamente, por meio da energia do amor. Olhar nos olhos uns dos outros é perfeitamente necessário também. Olhem mais nos olhos das pessoas. Entendam melhor quais são as mensagens que são passadas pelos olhos do outro. O outro, inconscientemente está à disposição para te passar as melhores mensagens divinas que possa existir aqui materializada no planeta terra, mas os seres humanos vivem se escondendo de si e profundamente se esquivando dos olhares dos outros. Observem as dores e as sensibilidades.

Quantas pessoas não poderiam ser salvas de um suicídio imediato, caso alguns de vocês não tivessem uma sensibilidade maior de enxergarem nos olhos do outro, que o outro está precisando de ajuda, está gritante por um pedido de ajuda. Mas a sua vida está tão atarefada, as suas dores estão tão grandes, que você está incapaz de observar que também o outro possui dores. Sem colocar na medição se são maiores ou menores do que a sua, porque dor é dor e cada um carrega a sua. Levantar-se da cadeira para otimizar essas dores e colocar em curas efetivas é necessário.

Observem os olhos daqueles que te rodeiam.

Observem os olhos daqueles que te servem.

Observem os olhos daqueles que te abraçam.

Observem os olhos daqueles que te dizem não.

Observem os olhos daqueles que te caluniam.

Observem os olhos daqueles que não conseguem te amar.

Observem os olhos do seu algoz.

Observem os olhos daquelas pessoas que te dizem amar infinitamente.

Observem os olhos daquelas pessoas que estão ao seu lado fielmente.

Observem os olhos daquelas pessoas que foram colocadas propositalmente ao seu lado.

Observem os olhos daqueles que falam verdades, mas a mentira está nas correntes sanguíneas.

Observem nos olhos de todo aquele que coloca a bandeira da verdade, mas está corrompido com lamas da escuridão.

Observem nos olhos daquelas pessoas que ainda estão invadidas por egos, mas que estão tentando ser pessoas cada vez melhores.

Observem nos olhos, no espelho que reflete a sua imagem diante do outro.

Observem nos olhos, as suas dores refletidas nas dores do outro.

Observem nos olhos da grande alma da humanidade e consigam parar de reclamar.

Observe nos olhos daquilo que não dá certo na sua vida e enxerga as soluções e respostas nos olhos do outro.

Observem nos olhos do que reflete no espelho das casas de vocês e veja o que o seu reflexo quer dizer para você.

Observe nos olhos dos seus olhos e veja o que seu espírito quer falar para você e você não está tendo tempo para ouvir.

Observem nos olhos do seu corpo e perceba todas as reações do seu corpo.

Observem nos olhos infinitamente do universo, refletido nos olhos de quem está ao seu lado, primeiramente observando-se, para depois observar o outro.

Observe nos olhos daquele que tem dor, que você tem um grande remédio de olhar nos olhos.

Observe nos olhos da incompreensão refletida nos olhos do outro, mas quem disse que a sua verdade precisa ser constantemente acolhida.

Observe nos olhos daquele que somente possui negatividade nas palavras.

Observe nos olhos das pessoas que só tem positividade para enxergar qual momento ela está precisando também de você.

Observe nos olhos de todos que estão aqui materializados, que são seres humanos passíveis de todos os erros e acertos, mas o importante é que estejam em busca de uma inteireza.

Observe nos olhos da inteireza refletida nos olhos de quem quer que seja, para que você busque o bálsamo da sua alma, do seu espírito.

Observem nos olhos dos animais, pois eles só passam amorosidade.

Observem nos olhos da inocência dos animais.

Observem nos olhos da entrega verdadeira e espontânea dos animais.

Observem, espelhem-se na entrega de corpo e alma que os animais fazem. São exemplos perfeitos que aqui foram colocados no planeta Terra, para que não deixassem os seres humanos isolados do que seria amar incondicionalmente.

Observem nos olhos dos animais e perceba o quanto é possível amar e transmutar todos os dias qualquer dificuldade que aconteça na vida de vocês.

Observem o canto dos pássaros e acolha a sinfonia perfeita.

Observem nos olhos das plantas que estão à disposição a distribuir todo o bálsamo da sua seiva, observam nos olhos das plantas, no balanço das árvores, da folhagem das folhas.

Observe nos olhos de tudo que está materializado aqui neste planeta e sejam cada vez mais pessoas inteiras.

Pai Damião,

Águas de Aruanda, 01 de outubro de 2017


119 visualizações