Como está a sua trajetória de vida?



Caríssimos,

Prestem atenção em si, respeitem o fluxo perfeito, que segue o propósito da alma e do corpo. Respeitar o fluxo de ambos é desafiador. É preciso existir um equilíbrio para seguir ao mesmo tempo no campo espiritual e material. Na matéria diante das suas necessidades de sobrevivência natural e no fluxo espiritual para fazer efetivamente o que o coração vibra e não temer quando chega a hora de mudar, pois, na realidade, são às vezes portais que se abrem e se fecham em ciclos naturais da vida.

Observem a trajetória dos ciclos que se abrem e se fecham naturalmente, sem desespero, sem arrependimento e sem puxar o sentimento da culpa.

A culpa amedronta muitas pessoas. Diante das escolhas feitas por cada criatura é necessário prestar atenção nas consequências e como essas escolhas vibram. Acolher todo um conjunto de sentimentos e emoções e respostas que a vida pode estar apresentando, é necessário. Observem os sinais perfeitos de que a vida, por meio dos seus personagens, pessoas próximas e até mesmo desconhecidas, que falam coisas em momentos esporádicos, que soam como recado dos anjos.

Observem a força da oração, o estar em prece, cada vez menos diligenciada pela humanidade. Estar em prece é estar consigo, estar em repouso dos olhos e observância dos seus pensamentos, organizando atos, palavras, sentimentos, o respeito para com o outro, sempre necessário para evitar as frustrações e os desgastes que aparentemente podem ser naturais, mas que podem levar para abismos irreversíveis.

Então, diante de todos esses degraus naturais da vida, é importante a inteireza e habilidade da mente para que todos estejam em sua vida com plenitude, verdade, sem vitimizar, sem martirizar, sem mais colocar as dores, as renúncias, os sacrifícios, como algo transcendente da alma e do corpo, quando na realidade não se acredita em nada daquilo ou se esconde dentro de tantos sacrifícios de renúncias da vida para suplantar uma imagem de grande positividade e liderança dentro de uma família, dentro de uma ordem espiritual.

Tome cuidado para não se esconder diante de tantas renúncias para sustentar um desapego do apego de desapegar. Tem que se ter muito cuidado porque a pessoa que é mais apegada é apegada porque tem apego para nunca deixar de ter o desapego, porque se deixar de ter o desapego estará apegada em algo e a imagem estará colocada em prova e em próprio julgamento.

Seguir o fluxo natural da vida é muito mais fácil. Fazer o que o corpo e a alma servem como verdadeiros naquele momento é o que você tem para dar. Compreenda que o outro também está em constante aprendizado. Observe nos olhos. A humanidade tem perdido olhar nos olhos uns dos outros. Observe os olhos daqueles que estão próximos a você. Observe os olhos dos que estão à sua frente, ao seu lado, naqueles que muitas vezes dormem no mesmo quarto que você.

Por quanto tempo você não observou como está o seu parceiro, a sua parceira? Por quanto tempo você nunca mais olhou nos olhos da pessoa que divide o leito com você? Por quanto tempo você nunca mais olhou nos olhos do seu filho e reconheceu uma parte sua ali dentro, daquela criatura que agora segue na independência da alma e da matéria? Por quanto tempo você nunca mais olhou nos olhos do seu melhor amigo? Por quanto tempo você nunca mais ouviu a voz daquele que você mais ama, privando condicionalmente em enviar mensagens.

Por quanto tempo mais a humanidade estará separada, um indivíduo do outro? Lamentável que não tenha mais a necessidade de ouvir a voz das pessoas que mais ama, quiçá as outras pessoas. Lamentosos sentimentos e momentos.

Mas vocês aqui, jardineiros dessa jornada, podem edificar uma humanidade a partir de agora, mais inteligente e lúcida. Ouçam a voz das pessoas. Saiam do pragmatismo e coisas instantâneas, quando possível. Faça aos poucos. Verifique que as pessoas que você ama tanto, nunca mais você ouviu a voz, já que faz só mensagens. Então, que as mensagens possam ser verbalizadas, para que se algo aconteça diante de um dinamismo natural da vida, você tenha uma nítida recordação da voz e da reberveração do último instante verbalizado com aquela pessoa.

Observe como estão seus sentimentos, atos e palavras. Como estão efetivamente o que você julga que o outro não está te dando e observe também o que você deixa de dar para o outro. Seja feliz por você e não seja feliz porque o outro te dará algo. Seja feliz por você agora, neste momento. A espiritualidade segue acolhendo a todos. Pretos velhos, caboclos, exus, ciganos, erês, vibração de orixá e tantas outras guarnições que aqui se fazem presente. Cada um trazendo a sua ancestralidade espiritual de forma plena e perfeita em uma harmonia ecumênica, magnifica, unindo-se para o mesmo ponto de equilíbrio. Unam-se cada vez mais. Possibilitem que todas as vozes sejam ouvidas com ponderação, observem quando alguém fala com você nos olhos. Verifique como estão seus sentimentos, atos, palavras naquele momento. Honre quem está à sua frente abrindo o coração diante de um direcionamento que muitas vezes ali é plausível.

Verifique o que os anjos falam pela boca das pessoas e não necessariamente num campo plasmático de asas e tantas outras trajetórias de arquétipos colocados por alguém que um dia enxergou de uma forma e reproduziu até o dia de hoje.

Reproduza você a imagem do seu anjo, reproduza você a imagem do seu preto velho, do seu anjo da guarda, do seu orixá. Qual o campo energético que te protege. Permita que todos os arquétipos sejam agraciados de acordo com a trajetória internalizada de cada um. Permita saber que a energia é uma, mas ela é mostrada muitas vezes de acordo com o que você tem dentro de si.

Estudem incessantemente. Estudem até o cerrar dos olhos físicos e continuar os estudos no campo espiritual. Leiam pelo menos um livro por mês. É possível, pelo menos um livro por mês. Escolham qual a temática que mais se aproximam para este momento, ou se preferir tenha mais de uma opção de livro para que de acordo com o campo vibratório do dia, você empreenda a leitura correspondente. Leiam.

A humanidade está caminhando para um emburrecimento da matéria. Leiam. Para que vocês edifiquem a lucidez, edifiquem uma fé, não pelo o que o outro diz que seja fé, mas o que você construiu com a sua trajetória, com o seu conhecimento, a sua coragem e a sua bravura. A espiritualidade é acolhedora, jamais coage ninguém a fazer nada nem estar onde não se quer.

Construa sua trajetória em uma casa espiritual, construa sua trajetória dentro de você que é a primeira casa espiritual. É a casa onde seu espírito está a repousar. Verifique como você está zelando o seu corpo. Verifique o que realmente vale a pena. Você lançar o seu corpo em situações de vulnerabilidade e abismos da alma. Verifique como está a sua trajetória, degrau por degrau. Uma casa é edificada pelo alicerce. E mesmo no alicerce, pedra, outra pedra, outra pedra. Depois tijolos, tijolos, tijolos. Cada material colocado em seus devidos lugares e efetivado em seu tempo necessário. Observe-se. Querer que a casa esteja construída de um dia para o outro é uma ilusão que jamais nenhum guia espiritual poderá dar para você.

Comece agora sua limpeza espiritual. Comece agora sua limpeza corpórea. Comece agora a ter hábitos eivados na ética. Não existe um trajeto numa espiritualidade sem ética e moral necessários para um médium e para todos vocês. A moralidade é necessária para aquelas perguntas: “por que eu?” “por que acontece comigo?”. Aprenda com tudo isso e edifique, renasça de todas as cinzas que a vida colocar na sua frente. Seja uma fênix todos os dias e edifique-se diariamente, também.

Assim seja.

Pai Damião,

Águas de Aruanda, 07 de abril de 2018.


302 visualizações

Razão Social: Centro de Formação Espiritual Águas de Aruanda
CNPJ: 021.469.181/0001­70

End: Av. João José de Santana, 1216 - Robalo - CEP: 49005-050 
Aracaju - SE

  • Facebook Social Icon