19 de abril - Dia do Orixá Logun Edé



No dia 19 de abril comemoramos o dia de Logunedé ou Logun Edé, do iorubá Lógunède, que é um orixá africano que se apresenta na mitologia como filho de Oxóssi Ibualama e Oxum Ipondá.

Logun é o ponto de encontro entre os rios e as florestas, as barrancas, beiras de rios, e também o vapor fino sobre as lagoas, que se espalha nos dias quentes pelas florestas. Rei de Ilexá (Ijexá - cidade da Nigéria), caçador habilidoso e príncipe soberbo, Logun Edé reúne os domínios de Oxóssi e Oxum .

Segundo a mitologia, ele permanece seis meses com as características de Oxum e seis meses com as de Oxóssi. É considerado um orixá “metameta” por confluir as características de Oxum e Oxóssi.

Na realidade, trata-se de um orixá masculino, herdeiro das energias de seu pai e sua mãe, que se fundem e se mesclam como mistério da criação. Oxum lhe confere características relacionadas à doçura, ao carisma, à maternidade, à pesca e à prosperidade. Oxóssi lhe atribui a astúcia e bravura do caçador, a paciência do pescador, a habilidade e o conhecimento. Porém, Logun Edé tem suas próprias características, traduzidas pelo poder da magia e da riqueza, sendo um grande conhecedor da medicina das folhas. Gosta de internar-se nas matas à procura de lagoas límpidas e profundas, sendo reconhecido como “príncipe das águas azuis”. Assim, tornou-se o amado, doce e respeitado príncipe das matas e dos rios, e tudo que alimenta os homens, como as plantas, peixes e outros animais, tendo a astúcia dos caçadores e a paciência dos pescadores como principais virtudes.

Como simbologia, tem no cavalo-marinho o seu representante, devido à postura deste animal, que independe do movimento das marés. Outros animais que têm simbolismo com Logun são: o camaleão, o pavão e o faisão (espécimes de extrema beleza e porte majestoso). Carrega numa das mãos um ofá e na outra um abebé dourado, trazendo ainda uma capanga e um berrante.

Pela característica desse orixá, nele se forma um “Triangulo Iorubá”, constituído pelo pai (Oxóssi), mãe (Oxum) e filho (Logun Edé), a exemplo das tríades sagradas: Pai, Filho e Espírito Santo (Catolicismo), Isis, Osíris e Hórus (Egípcia), Brahma, Vishnu e Shiva (Hinduísmo), entre outras.

Sincretizado como Santo Expedito, o qual segura a cruz da espiritualidade e o ramo de palmeira, como elemento da natureza – Logun Edé faz analogia, com o espelho de Oxum: representando a espiritualidade, e o arco e flecha de Oxóssi: representando a caça e os elementos da natureza.

Seus filhos são pessoas agradáveis e educadas. Vestem-se com muita sutileza e elegância. Sensíveis, inteligentes, com raciocínio rápido, “pescam” as coisas no ar. Tenazes, persistentes, nunca desistem de seus objetivos. Procuram sempre coisas novas, pois gostam de viver bem. Possuem grande sensibilidade a tudo que é belo; gostam muito de objetos de arte. É por meio da mistura do amor com a magia que Logun Edé consegue fazer com que seus filhos tenham uma vida harmoniosa e se tornem pessoas mais equilibradas.

Aspectos Gerais

Dia: quinta-feira;

Símbolo: Ofá (Arco e Flecha), Abebè (Espelho na mão) e Cavalo-marinho;

Elemento: Terra (floresta) e Água (de rios e cachoeiras);

Folhas: As mesmas de Oxóssi e de Oxum;

Domínios: Riqueza, Fartura e Beleza;

Sincretismo: Santo Expedito (19 de abril);

Texto extraído do livro Águas de Aruanda, organização de Fábio Dantas.

Pintura: JeanCarlo

Saudação: Loci loci, Logun!


260 visualizações

Razão Social: Centro de Formação Espiritual Águas de Aruanda
CNPJ: 021.469.181/0001­70

End: Av. João José de Santana, 1216 - Robalo - CEP: 49005-050 
Aracaju - SE

  • Facebook Social Icon