• Águas de Aruanda

24 de agosto. Dia de Oxumarê

Òsùmàrè é o orixá do movimento, dos processos, dos ciclos. Representa o ciclo da vida, porque é da união entre masculino e feminino que a vida é gerada. Apesar da ambiguidade, é um orixá masculino. Ele exprime a união de opostos, que se atraem e proporcionam a manutenção do universo e da vida. Rege o princípio da multiplicidade da vida, transcurso de múltiplos e variados destinos. Sintetiza a duplicidade de todo o ser: mortal (corpo) e imortal (no espírito). Oxumarê mostra a necessidade do movimento da transformação. É o orixá da riqueza e da fortuna, representado pela a cobra e o arco-íris.


A mitologia explica que Oxumarê mora no céu e vem para a terra através do arco-íris. Ele é uma grande cobra que envolve a terra e o céu e assegura a unidade e a renovação do universo. Passa seis meses como homem e os outros seis meses como cobra. É simbolizado miticamente pela forma de uma cobra, que é um animal indivisível que, ao unir sua cabeça à cauda, transfigura-se na figura do círculo perfeito, transformando- -se então no símbolo da continuidade. É o princípio, unindo- -se ao fim.


É a divindade dos opostos porque tem domínio sobre os ciclos da vida. Controla as chuvas e as secas, a noite e o dia, a lua e o sol, o bem e o mal, a vida e a morte, o macho e a fêmea, a saúde e a doença, o material e o imaterial, o céu e a terra etc. Os filhos deste orixá tem temperamento fácil, tendem à renovação e à mudança. São pessoas pacientes e obstinadas na luta pelos seus objetivos e não medem sacrifícios para alcançá-los. A dualidade do orixá também se manifesta nos seus filhos, principalmente no que se refere às guinadas que dão nas suas vidas, indo de um extremo a outro sem a menor dificuldade. Mudam de repente da água para o vinho.


Aspectos Gerais

Dia da semana: terça-feira.

Símbolos: arco-íris, cobra, círculo.

Elementos: terra, ar.

Pedra: Sodalita.

Folhas: jiboia, cana-do-brejo, angelicó, mil-homens, cavalinha, graviola, alteia.

Domínios: Riqueza, vida longa, movimentos constantes, ciclos.

Sincretismo: São Bartolomeu (24 de agosto).

Cores: amarelo/preto; amarelo/verde. Comidas: “cobra” feita de batata-doce amassada e banana-figo frita em azeite doce.

Saudação: Aho bo boy!


Fábio Dantas - Educador Espiritual. Presidente do Centro de Formação Espiritual Águas de Aruanda.

341 visualizações

Razão Social: Centro de Formação Espiritual Águas de Aruanda
CNPJ: 021.469.181/0001­70

End: Av. João José de Santana, 1216 - Robalo - CEP: 49005-050 
Aracaju - SE

  • Facebook Social Icon