• Águas de Aruanda

A vida é uma viagem

É importante lembrar da viagem temporária que é o corpo humano. Não se apegue a essa veste temporária. Preste atenção no cuidado, no zelo, mas jamais se apegue a essa veste temporária. Aprenda com as doenças, aprenda com as dores, aprenda com todos os males que chega à sua vida, para que um dia possa agradecer a todos os desafios que foram depositados a você.

Nada chega à vida de qualquer indivíduo encarnado, dentro dessa experiência, em vão, sem que a própria pessoa tenha aberto as portas, diante das suas escolhas e por meio das consequências diante dessas escolhas, para que as reverberações espirituais e físicas aconteçam. O tratamento espiritual precisa ser participativo, não apenas unilateral. É muito importante de que todos aqueles que vêm em busca de um afago da espiritualidade, faça também a sua parte.

A espiritualidade é uma professora. Jamais ela coage a pessoa a fazer qualquer tipo de coisa ou se colocar em determinada situação. A espiritualidade regida pela luz jamais trabalhará diante de negociatas, diante de quaisquer trocas, que a humanidade em uma mentalidade mesquinha, egoísta, ainda se coloca a alimentar tais espíritos falangeiros, embusteiros, que se disfarçam de auxiliares da espiritualidade, quando na realidade são falsários, colocando as pessoas que querem cada vez mais resultados imediatos, transformações mágicas para calabouços mentais e espirituais.

Sigam o seu propósito de vida sem aceitar atalhos, por caminhos mais fáceis, diante do egoísmo, diante das obstinações de obter as coisas ou pessoas a qualquer custo, diante de qualquer coisa. Preste atenção porque a espiritualidade é uma professora, ela não coage nem negocia com quem quer que seja. Deus, em sua infinita bondade, na mais perfeita manifestação, coloca ramificações de fagulhas divinas, centelhas divinas em cada um de vocês. Jamais esqueçam que sois deuses, cada um tem uma centelha divina.

Cuidado com as palavras que saem da sua boca para julgar e apontar quem quer que seja. Todos aqueles que estão encarnados agora no planeta Terra não tem a capacidade nem a competência de julgar quem quer que seja. Observe-se! Perceba que o seu caminho ainda é muito longo, que há muito que fazer. Ao verificar isso, deixará aos poucos, e cada vez mais, de julgar e apontar o outro. O outro, lembre-se sempre, só dá aquilo que tem. Jamais exija do outro, aquilo que o outro não pode te dar. Jamais queira transformar ou mudar quem quer que seja. As pessoas estão em suas transformações particulares e não cabe a você determinar qual o melhor caminho para quem quer que seja.

Ciganos, caboclos, pretos velhos, todas as falanges de Mestres, de todas as direções, estão à disposição de toda a humanidade, travestidos por nomes de qualquer ramificação religiosa. Lembremos sempre que o amor está em todos os lares espirituais e religiosos, porque assim Jesus falou: “onde se reunirem mais de uma pessoa, ali estarei também”.

Então, lembre-se sempre que o amor é a linguagem universal, diante da separatividade colocada pelos homens, diante das religiosidades. Não existe separatividade mas a unicidade que cada vez mais precisa ser lembrada por cada ser humano, vibrando e entendendo que o outro muitas vezes grita e é agressivo com você, mas na realidade isso é um pedido de auxilio, um pedido de socorro para que você não enxergue a fraqueza, para que você não enxergue a vulnerabilidade do outro.

Perdoe seu pai, perdoe sua mãe. Perdoe as pessoas que você mais ama e lhe feriram algum dia. Perdoe aqueles que você ainda não teve a oportunidade, diante de um desencarne antecipado, de dar a última palavra, de pedir o perdão, de pedir a desculpa, de direcionar as últimas palavras, de conforto para ambos. Perdoe-se.

O autoperdão é transformador e faz vibrar em todos os corações a liberdade da alma. Aquele que se autoperdoa consegue se livrar de todas as amarras mentais e amarguras que a vida aparentemente se apresenta. Julguem cada vez menos. Estejam cada vez menos escrevendo a história do outro. Lembre-se sempre que o seu livro de vida cabe a você assinar e escrever diariamente. Lembre-se sempre que o seu livro de vida será o ponto de apresentação ao retornar à morada espiritual. Então, reflita e verifique como será a leitura do seu livro de vida. Lembre ainda mais que o seu livro de vida é escrito também diante dos seus pensamentos, morada em que habita tão somente você com você mesmo diante da centelha divina.

Quer saber quem é? Observe seus pensamentos. Quer saber quem você está? Observe seus pensamentos. Atitudes bondosas externas, palavras melodiosas, mas pensamentos equivocados levarão sempre os seus sonos para vampirizações energéticas e lugares de calibre energético negativo. Preste sempre atenção nos campos mentais, nos seus pensamentos. Não entreguem os seus corpos antes do descanso da matéria, antes do sono diário, sem fazer uma prece espontânea, sem direcionar seu corpo e a sua alma a Deus ou a quem você acredite em manifestação espiritual, pedindo uma nova oportunidade para que, no dia seguinte, você possa abrir os seus olhos fixos para continuar a sua experiência, porque jamais estará no controle se dormirá ou acordará na mesma trajetória. Muitos e muitos fecham os olhos físicos na certeza no acordar e despertar no dia seguinte e abrem os olhos nas moradas espirituais e nas colônias espirituais e, diante de um devaneio mental, ficam obsidiando parentes, amigos, em busca e respostas.

Reflita sobre cada palavra que aqui está sendo colocada diante da participação espiritual dos tratamentos que são empreendidos. Acolha cada vez mais as suas palavras. Se não tem palavras positivas, guarde todos os seus pensamentos egoístas, vingativos, invejosos, para você, diante de uma autovigilância, diante de uma ressignificação imediata para o tratamento que você precisa ser submetido imediatamente.

Lembre-se sempre que não só o alimento físico, mas o alimento das palavras precisa ser observado. Verifique o que você está falando que serve de alimento para a sua alma e o seu corpo. Muitas vezes o corpo físico fica doentio, por conta de palavras que estão sendo empreendidas e não estão sendo observadas que são alimentos, que estão sendo colocados na sua alma, de maneira prejudicial. Perdoe-se e perdoe qualquer pessoa que cruze o seu caminho por não poder dar aquilo que você não merecia ou gostaria.

Lembre-se sempre que todos estão na eterna seara da escola espiritual, dentro desta temporária veste. Inebriados de tentações temporárias que aparentemente podem afagar todos os âmagos da humanidade. Lembre-se sempre dos pilares do amor e da fraternidade. Estes são os pilares de Cristo, que deixou no seu caminho para que todos seguissem nesta trajetória: o amor e a fraternidade.

Ame-se para que você possa amar o outro. Seja fraterno consigo, acolhendo-se diante da autoculpa que corrói a sua alma e o seu corpo, levando a doenças e abismos mentais.

A solidão cada vez mais invade o peito e a mente dos seres humanos, diante da busca incessante do ter muito mais do que o ser. Lembre-se sempre que o que você tem, nada é seu. Apenas está com você, mas jamais será seu. Exercite cada vez mais estas palavras que vos digo e coloco a reflexão diante da verdade de cada um. Acolha todas as pessoas diante dos erros, diante dos equívocos, assim como você comete também seus equívocos, seus erros.

Quem jamais feriu o outro, que atire a primeira pedra. Quem jamais proferiu atos de inveja, ganância para o outro, que atire a primeira pedra. Mas, diante do amor próprio, pode se valer a primeira semente para que seja germinado o amor incondicional. Ame-se cada vez mais. Acolha o seu corpo. Preste atenção no que o seu corpo precisa. Não negligencie o corpo.

Pratique atividades físicas para que o seu corpo tenha estrutura suficiente, para que a sua alma possa prosseguir no que precisa ser feito, para que os seus hormônios e substâncias, que te levam a abismos mentais, diante das químicas provocadas pelos próprios hormônios corporais, possam te levar. Pratiquem atividades físicas, qualquer que seja, movimente o seu corpo, jamais deixando na letargia e movimentos paralisantes do corpo e da alma.

Leia. Estude. Apegue-se à leitura, ao estudo, para que a sua fé seja cada vez mais lúcida. Não se acostume a ser papagaio, a repetir tudo aquilo que você ouve, mas não sabe a robusteza e a base daquilo que proclama como verdade, mas que nunca buscou diante do estudo a veracidade. Estude, questione. Jamais aceite de imediato qualquer informação que seja. Estude para que tenha uma fé lúcida. Crie os seus pilares diante das suas verdades, jamais desistindo de você. Não desista de você. Todos são importantes diante desse projeto espiritual e energético.

Observe qual o local de trabalho que você agora está inserido. Agradeça por todas as pessoas que são colocadas na sua vida, principalmente no seu trabalho. Pessoas que muitas vezes são desafios para que você engrandeça o seu corpo e a sua alma. Pessoas que muitas vezes te desafiam a ser uma pessoa melhor ou até mesmo a colocar em prática toda aquela bondade que você julga ser, mas, na prática, muitas vezes não é. Agradeça a todos os parentes, amigos, pessoas que estão próximas a você, porque foram escolhas, antes do encarne. Agradeça a oportunidade de ter a mente afim de uma reflexão para que possa cada vez mais alimentar a sua alma, de veracidade construída por você. Jamais aceite verdades prontas colocadas à sua frente. Questione, verbalize, reflita para depois admitir como veracidade sua.

Que a espiritualidade te acolha e toda a falange do bem maior esteja sempre com você, dentro do seu coração, dentro da sua mente. Para aqueles que acreditam em uma espiritualidade professora, Águas de Aruanda se coloca à disposição.

Assim seja.

Pai Damião

Águas de Aruanda, Aracaju, Sergipe.


0 visualização

Razão Social: Centro de Formação Espiritual Águas de Aruanda
CNPJ: 021.469.181/0001­70

End: Av. João José de Santana, 1216 - Robalo - CEP: 49005-050 
Aracaju - SE

  • Facebook Social Icon