• Águas de Aruanda

Nada voltará a ser como antes (Pai Damião)


Façamos agora uma reflexão diante das adequações tecnológicas, diante das adequações morais, diante das adequações éticas, sociais, comportamentais que todos estão a vivenciar. É importante as consciências prestarem mais atenção dentro das profundezas dos sutis aprendizados.

É importantíssimo a abertura dessa nova consciência com paz e tranquilidade às adaptações necessárias. Na verdade, vos digo, os meios tecnológicos no plano espiritual já existem há muito tempo, já é uma realidade no princípio também da telepatia. Espero que o planeta Terra alcance, mas adiante, mais à frente, reuniões não com apoio tecnológico, mas com a utilização da telepatia.

Que possa haver o grande movimento da mente, por meio de projeções, por meio de envio de fluidos mentais, energéticos e espirituais, como se fosse uma espécie de nuvem espiritual, em uma quarta dimensão, em que todos se encontrem em um grande salão, em um grande hospital, para os tratamentos. Hoje ainda estamos utilizando o apoio tecnológico, mas é muito importante que avancemos as nossas consciências para tais encontros.

Nada mais poderá ser como antes. A rotação do planeta Terra não tem como voltar, pois o planeta continua com rotações e movimentos e os pulsos universais e energéticos não têm como voltar atrás. A humanidade está num momento muito importante para se adaptar à tão chamada Nova Era, a tão chamada expansão da consciência, principalmente às adaptações necessárias.

Percebam que cada vez mais os trabalhos, os empregos, estão cada vez mais com a utilização tecnológica, não de forma aleatória, mas de forma proposital. A humanidade está verificando que muitas coisas podem dar continuidade com apoio tecnológico.

Num primeiro momento houve como se fosse um choque, como se o mundo tivesse parado, como se a vida não fizesse mais sentido, por conta de uma ruptura da rotina, mas com o aprofundamento da sua própria respiração, conscientemente, observou-se outros sentidos, outros mecanismos, para o encontro com as outras pessoas e, consequentemente, para continuidade do essencial no seu trabalho, do essencial.

Nas tratativas com outras pessoas, liturgias tiveram que se adaptar a algo que já é realidade há milhares de anos em várias colônias espirituais, quiçá em colônias ainda mais conscientes em que um simples pensar já materializa e já faz sentido, diante da telepatia.

É importante prestarem atenção no repouso da matéria, para a projeção do seu espírito, os lugares em que você está sendo conduzido amorosamente pela espiritualidade, para verificar a essência real de toda essa transformação.

Não adianta lamentos pelo que passou, pelo que poderia ser. Saudosismo para o antigo, para o outrora. És o momento de experienciar cada vez mais o agora e consequentemente olhar pela janela a realidade que está posta, para que cada um amadureça.

Acredito que vocês ainda poderão vivenciar, em um período de cerca de vinte anos à frente, o amadurecimento do que hoje vocês estão vivenciando em termos de contato ainda maior, de apoios tecnológicos.

Os empregos estão em reflexão, utilizando tecnologia e verificando que com ordem, disciplina, comprometimento e responsabilidade, é possível a grande mudança. Então, acredito que em vinte anos, este país deverá vivenciar realidades muito mais aprofundadas, pois o hoje só representa o ponto inicial, o pontapé inicial para reflexão das possibilidades do apoio tecnológico bem aplicado. O apoio tecnológico é parecido com o dinheiro, existe uma neutralidade. Pode ser dado para o prejuízo ou pode ser dado para o benefício.

Muitas pessoas têm visitado vários lares, juntamente com a Ordem dos Pretos Velhos e empreendem reclamações, o saudosismo pelo que foi, pelo que foi deixado para trás, por não querer que a realidade volte.

Caríssimos, nada voltará e será como antes. Isto está posto, nada mais será como antes. O planeta jamais será como antes. Que bom que estão na Nova Era esperada. Este colapso para dar o próximo passo tão aguardado e estudado. Que bom que nada mais será como antes. Viver a vida na vida e deixar para viver a morte na morte, eis um grande aprendizado.

Não adianta querer antecipar como seria ou como será a transição pelo processo da morte, pois somente saberá aquele que tiver efetivamente no processo da ruptura da malha energética do fio de prata que liga o espírito à matéria. As outras pessoas não têm como experienciar tal momento, até que chegue oportunamente a hora de cada ser humano experienciar a morte.

Então, aconselho que no lugar de quererem antecipar o vivenciar a morte em termos de todas as situações de ensinamentos, vivenciem a vida, tenham esperança na vida, não desistam da vida porque é isto que está posto; não fique com olhar na morte enquanto você está na vida, olhe para morte quando você estiver na morte, um processo natural da evolução humana e da evolução espiritual.

Os Trabalhadores da Luz, Pretos Velhos, Caboclos, Mestres, Orixás, digníssimos Guardiões, estão todos na guarnição e fazendo seus trabalhos dentro das batalhas energéticas que estão sendo empreendidas. Verifique como está efetivamente a sua conversa com a espiritualidade. Saia da barganha espiritual. Deixe de dizer que você está fazendo tudo e as coisas não estão dando certo, que as coisas não estão dando certo no seu tempo e no seu egoísmo, ao querer que a espiritualidade sirva a você.

Lembre-se: o corpo espiritual não está aqui para servir exclusivamente os seus desejos egoicos. Prestemos atenção que os Pretos Velhos, Caboclos, Legiões de Bezerra de Menezes, Orixás e tantas outras Falanges do Bem e Extra dimensionais, estão aqui para resguardar a ordem e a disciplina planetária, como verdadeiros professores, coordenadores e diretores de uma grande escola que se chama Planeta Terra.

Comporta-se como alunos, prestando atenção nas aulas práticas, que são empreendidas diariamente para vocês. Ebulições de sentimentos, de emoções, corpo um pouco febril, a coluna um pouco fragilizada, a mente um pouco entorpecida como se estivesse um pouco tonto, similar a crises de labirintite, mesmo a pessoa não tendo o diagnóstico de labirintite, tonturas diante da calibração que o planeta está passando.

Entrar na egrégora de orações, na intenção do equilíbrio de tudo que está posto agora, é a solução, é o caminho para o amor.

Quer servir à espiritualidade, então se coloque à disposição da espiritualidade como um verdadeiro trabalhador da Luz, concentrado nos seus afazeres energéticos e espirituais, não lembrando tão somente da espiritualidade quando a dor bate à sua porta, quando um calo aperta em seu pé.

Observe como está a sua relação com a espiritualidade, que relação está posta entre você e a espiritualidade. Estar no tratamento espiritual, com apoio tecnológico, somente para aqueles que acreditam e empreendem tecnologias vibracionais da mente, já garantindo esse avanço para telepatia, que é para onde desejo que vocês avancem e não tão somente ainda no estado pueril de ver para crer, de desafiar a espiritualidade em processos de barganha de toma lá e eu pego com a outra mão.

É muito importante cada um refletir, como está a sua relação com a espiritualidade. Estás buscando a Falange dos Guardiões, Exus, Pombas Giras, Marias Padilhas, para satisfazer desejos tão somente da carne pueris? Estes nobres Guardiões, são seres evoluidíssimos, Guardiões das zonas mais abissais, para que o caos não tome conta do planeta Terra.

Façam os tratamentos com amorosidade, diante desses digníssimos médicos, psicólogos, filósofos, sociólogos da espiritualidade. Sigam com fé.

Aos nobres Caboclos, esses seres que são Guardiões das chaves das portas, do acesso a espiritualidade por meio da ancestralidade, por meio das suas raízes da matéria e acesso aos registros espirituais.

Aos Orixás, forças e frequências que mantêm vivo este planeta, num pulsar de vida para o planeta. Aos nobres Mestres e Falanges, não só de Bezerra de Menezes, mas de tantas outras Falanges de médicos espirituais, recambiando espíritos que ainda estão entorpecidos, já tendo deixado a matéria e não aceitando o estado espiritual que agora se reveste. Ajudemos a todos. Pretos Velhos, unidos com seres humanos, garantidores dos seus lugares, dos seus posicionamentos.

Tenham sempre em seus lares, caso seja oportunizado, e faça verdade em você, um pequeno altar, onde você sempre deixa uma flor, onde você deixa um cristal, onde você deixa alguma imagem que te represente algo, se assim for entendido, necessário.

Acenda uma pequena vela, com aroma ou sem aroma, pelo menos uma vez por semana, para que o campo energético esteja ali, sempre estabelecido, vibratoriamente você sabendo que ali é o seu ponto de orações.

O ideal seria que em cada lar, tivesse um local de orações, um ponto de reflexão. Muitas vezes não existe. Tenho certeza de que você fará entrar em prece, bastando pra isso fechar seus olhos, se assim for oportunizado e acesse a espiritualidade.

Vocês ainda estão em uma mente tridimensional e uma mente tridimensional ainda precisa da simbologia, caso contrário, vocês não tirariam fotografias, pois os registros ficariam tão somente na mente. Isto representa uma mente tridimensional. Precisa da fotografia para congelar aquele momento e ali refletir todas as emoções, congeladas em uma imagem.

Então, criem pontos de apoio de reflexão em suas casas, aquele lugar que você sabe que ali é o ponto firmado de luz. Toda a sua casa é um ponto de luz. Preservem a sua casa. Perceba como está a energia da sua casa que outrora recebia tantas pessoas, num entra e sai de muita gente. Perceba de quando você guardou mais a sua casa, a energia pode ter mudado para melhor. Tenha sua casa como um templo sagrado, como um abrigo energético espiritual que você deve beber de paz, de tranquilidade e harmonia.

Pai Damião – 29 de abril de 2020.



Foto: Internet

287 visualizações

Razão Social: Centro de Formação Espiritual Águas de Aruanda
CNPJ: 021.469.181/0001­70

End: Av. João José de Santana, 1216 - Robalo - CEP: 49005-050 
Aracaju - SE

  • Facebook Social Icon